segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Ginecomastia – Cirurgia para a retirada da mama masculina

Ginecomastia é o nome dado ao desenvolvimento excessivo no tecido da região mamária masculina e ocorre nas fases de mudanças hormonais do homem (infância, adolescência e velhice) sem que isso esteja ligado diretamente a uma doença. Além da questão hormonal, o uso excessivo de álcool e drogas pode ocasionar este problema. Independentemente da causa, a maioria dos homens com ginecomastia sofre por ter "mamas" com formato feminino.

A técnica cirúrgica depende do tipo de ginecomastia e de sua severidade. Existem três técnicas que podem ser utilizadas separadamente ou em combinação: lipoaspiração (a mais simples), lipoaspiração ultrassônica (para os que precisam retirar maior quantidade de gordura) e mastoplastia redutora (nos pacientes com excesso de pele).
A cirurgia consiste em um corte pequeno em forma de semicírculo na parte inferior da aréola (mamilo). A cicatriz não é aparente e fica praticamente invisível com o tempo. O cirurgião retira a glândula de consistência dura e aumentada, e que deverá ser examinada por um patologista.

A anestesia é local ou geral, dependendo da preferência do paciente. Depois da cirurgia podem surgir pequenos hematomas, que desaparecem rapidamente. O paciente pode voltar às atividades normais depois de uma semana, evitar tomar sol no local durante dois meses e esperar três meses para retomar os exercícios físicos.

Dra. Elodia Avila

Nenhum comentário: