segunda-feira, 5 de novembro de 2007

ESTRIAS

Dra. Elódia, o que são Estrias?

Dra. Elódia: Estria é o nome dado a um processo degenerativo da pele em que há uma lesão atrófica de trajeto linear que varia de coloração de acordo com a sua fase evolutiva, ou seja, é uma lesão provocada pelo estiramento rápido da pele local. A derme se apresenta mais fina e flocular e há fragmentação das fibras elásticas.
Uma forma mais fácil de se entender é imaginar um pedaço de elástico sendo esticado de tal forma que resulte em rompimento de algumas fibras então o que se observa é que neste local o elástico fica mais fino, mais esgarçado e perde parcialmente a sua capacidade de contração. É assim que fica a pele, algumas fibras são rompidas no local e a pele apresenta aquele aspecto de lesões lineares e finas.

Como surgem as Estrias?

Dra. Elódia: As estrias aparecem mais comumente nas mulheres (60%) e estão relacionadas a alterações hormonais como algumas doenças hormonais, fatores genéticos, o uso de pílulas anticoncepcionais, uso de medicamentos anabólicos ou corticóides, obesidade, estirão do crescimento da adolescência e gravidez.

Dra. Elódia, é possível a cura total com o tratamento para as Estrias?

Dra. Elódia: Infelizmente o tratamento de estrias não leva à cura completa das lesões, apenas há uma melhora considerável no aspecto geral no sentido de estreitamento das lesões e melhora das depressões.
Mas há casos específicos em que é possível uma cirurgia para a remoção da região acometida, como por exemplo, a cirurgia de plástica do abdome (dermolipectomia abdominal ou abdominoplastia) em que são removidas todas as estrias do abdome inferior.

Como é o tratamento para as Estrias?

Dra. Elódia: O tratamento varia de acordo com o tipo e localização das estrias.

- Formulações Cosmiátricas:
Formulação de cremes e loções específicos para seu tipo de Estrias e seu tipo de pele. A eficácia do produto depende da capacidade de incorporação, estabilização e promoção de penetrabilidade do conjunto de substâncias a se empregar.

- Intradermoterapia:
É um tratamento médico coadjuvante em que substâncias hidrossolúveis são injetadas por micropunções na região promovendo vasodilatação, melhora do tônus e hidratação do tecido. O produto e o tempo de duração do tratamento variam de pessoa para pessoa.

- Peelings:
De acordo com o tipo, tempo de evolução e localização das Estrias, podem ser indicados um ou outro tipo de peeling com o objetivo de aumentar a espessura da epiderme e reduzir o afinamento da derme.

- Tratamento Cirúrgico:
Sempre que houver flacidez de pele na região das estrias uma opção a ser pensada é a ressecção cirúrgica da região. Como no exemplo de Cirurgia Plástica do Abdome já mencionado.


9 comentários:

Victor disse...

Li que as estrias não são "CURADAS" totalmente.
mas gostaria de saber se , emagrecendo, elas ao menos diminuem?!?!?!
ou posso enxergar pelo modo que me parece logico: Emagreço,a pele estica, elas ficarão mais visíveis!!!!

danilo.lsg disse...

qual é o tratamento mais efetivos para a redução das estrias?
é possivel a retirada da camada e pele para um melhor resulado?

Carol Villar disse...

Olá, eu tenho treze anos, e esse ano começou aparecer varias estrias no bumbum, e em volta do bico dos seios, não sei o que fazer. Eu já fui em uma dermatologista, ela me receitou um creme que tive que mandar fazer, mas parece que nada adianta, em volta do bico as estrias são bem avermelhadas, e no bumbum umas são já brancas e outras avermelhadas.Você poderia me dar uma orientação?

Daiane disse...

Doutora tenho estrias nas pernas, tem possibilidade de se fazer cirurgia para retira-las?

IED Introdução a Educação Digital disse...

gostaria de fazer uma CIRURGIA PLASTICA TENHO ESTRIAS NA REGIÃO DA BARRIGA ONDE ME INCOMODO.

IED Introdução a Educação Digital disse...

gostaria de fazer uma CIRURGIA PLASTICA TENHO ESTRIAS NA REGIÃO DA BARRIGA ONDE ME INCOMODO.

Dra. Elodia Ávila disse...

Caros seguidores do blog, obrigada pelo carinho e pelo contato.
Realmente, elas não são curadas.São marcas permanentes, que alguns tratamentos tendem a reduzi-la.
Devemos verificar a localização das estrias e optar pelo melhor tratamento.Dependendo de sua localidade pode ser retirado esse excesso de pele, por este motivo o exame físico deve ser feito.
Após a cirurgia, também temos que levar em consideração de que ficará uma cicatriz.
Emagrecer não irá reduzi-la, pelo contrário; quanto mais a pele expande, menos aparente elas se tornam, quanto mais fácida a pele, mais elas aparecem.
No caso de estrias nas mamas, muitas optam em colocar prótese de silicone e o resultado é muito satisfatório.Um beijo à vocês!

Fátima Carvalho disse...

Boa noite, estive gravida à pouco tempo e fiquei com estrias entre o umbigo e a zona púbica. Onde posso fazer esta cirurgia e quanto custa? Vivo na ilha de Porto Santo, Madeira e para mim é um pouco complicado conseguir uma cirurgia cá, por isso queria saber bem as informaçoes

Dra. Elodia Ávila disse...

Bom dia Fátima, agradecemos pelo seu contato.Essas estrias podem ser retiradas com a cirurgia chamada abdominoplastia,a qual é retirado esse excesso de pele.Como você mora distante daqui, poderia planejar para uma consulta e veremos se conseguimos a cirurgia na mesma semana.Entre em contato através do nosso endereço elodiaavila@gmail.com ou pelos telefones 11 5052-1087/11 7784-0811.Um beijo!